quarta-feira, 2 de julho de 2014

6 grandes dificuldades da mulher peituda



1- ACHAR UMA BLUSA E SUTIÃ QUE SUPORTE A ESTRUTURA:

Devido ao volume parece ser gorda com determinada blusa, fica com a blusa levantando se ela for justa, passa anos com o mesmo sutiã porque não consegue achar o tamanho ideal.

2- ANDAR DE MOTO:

Principalmente se for como carona, ficam batendo nas costas do cidadão da frente (para o homem não é um problema), em ruas emburacadas parecem que vão pular.

3- CORRER:

Muito parecido com a situação anterior, difere no impacto, é bem maior, e caso esteja sem sutiã a situação fica ainda pior, ficam batendo no queixo (homens adoram ver esse movimento).

4- DEITAR DE BRUÇOS:

Parece simples para qualquer pessoa, mas quando se tem peitos grandes, essa prática simples fica quase impossível. Parece que a mulher está deitada em cima de bolas, ou algo do tipo.

5- DORMIR DE CONCHINHA:

Não é mesma sensação, para uma peituda, conchinha significa ficar com os braços em cima do homem e o corpo a uns 40 centímetros de distancia dele (continua sendo um problema apenas para as mulheres, para o homem ainda é algo maravilhoso).

6- ABRAÇAR SEM PARECER UMA VADIA:

Quando se tem peitos grandes, abraçar alguém pode se tornar uma prática sensual. Pelo fato do primeiro contato ser quase que totalmente com os seios dela (para o homem, também é algo maravilhoso).

CONCLUSÃO:

Nem tudo está perdido, o que para uma mulher peituda é um problema para os homens é algo maravilhoso. Pelo menos, alguém gosta dessas coisas que só uma peituda passa no dia-a-dia.