domingo, 31 de agosto de 2014

Que coelhinho mais safado!

Um bom exemplo de efeitos especiais usados no lugar errado, na hora errada. O que era pra ser algo simples, se tornou algo no mínimo curioso.